Dólar Comercial
CUIABÁ
  ÚLTIMAS NOTÍCIAS

AGRONEGOCIOS & PRODUÇÃO

Mercado do milho se baseia na colheita

Publicados

AGRONEGOCIOS & PRODUÇÃO

No mercado do milho do Rio Grande do Sul, a colheita avança 5% na semana e apresenta cerca de 14% no dia de hoje, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Devido à falta de umidade no solo e a seca que assolou o estado durante o último mês, o Rio Grande do Sul apresentou avanços significativos na colheita, se comparados à média dos cinco anos. No momento, o estado apresenta 14% de avanço, ante 6% da média de cinco anos, e 8% de avanço no mesmo período do ano passado”, comenta.

“Por  aqui  o  dia  iniciou  com pedidas  mais  altas  de  produtores,  que  cogitaram  até  R$  105,00  a  saca  em  seus  produtos,  com maior  parte  das indicações entre R$ 97,00 até R$ 99,00. Próximo a Não-me-Toque, uma granja pagou R$ 100,00 com 20 dias em cerca  de  500  toneladas.  Ademais,  mercado  parado.  Preços  de  pedra  base  Panambi  a  R$  91,00,  mantendo indicações de sexta-feira”, completa.

Santa Catarina entra em alerta para chuvas intensas e registra negócios a R$ 102,00. “O  tempo  seco  deve  dar  lugar  a  chuvas  intensas  e  risco  de  deslizamentos  em  Santa  Catarina  nesta semana.  Nesta  terça  (11),  a  chuvas  deve  ser  mais persistente no litoral norte, com predomínio de sol e variação  de  nuvens  nas  demais  regiões.  Na  quarta (12), a umidade transportada diminui, mas anda deve causar chuvas no litoral norte. Na quinta e sexta (13 e 14), há tendência de climas elevados, ultrapassando os 30º na maioria das regiões”, indica.

Leia Também:  Aprosoja-MT apresenta projetos de sustentabilidade em Fórum Nacional

A safra de verão do Paraná deve cair de 4,2 para 2,7 milhões de toneladas e tem dois negócios a R$ 100,00/saca. “A  segunda-feira  deu  início  a  uma corrida do milho no Paraná, pelo menos para aqueles compradores  que  ainda  precisam  cumprir  com  seus estoques  até  o  final  de  janeiro.  O  mercado  especula que  entre  R$ 97,00 a  R$ 100,00,  devam ter  saído ao menos 10 mil toneladas no estado.  No  Oeste,  uma  indústria  comprou  cerca  de  1.500 toneladas a R$ 100,00 a saca com pagamento para 30 dias,  e  no  Sudoeste,  o  mesmo  preço  foi  pago  em  800  toneladas,  adquiridas  por  uma  granja”, conclui.

Fonte: Agrolink

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

AGRONEGOCIOS & PRODUÇÃO

Equipe da Aprosoja-MT atende centenas de produtores rurais no Dinetec

Publicados

em

Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) que representa mais de 7.500 produtores rurais marcou presença no Dia de Negócios e Tecnologias – DINETEC 2022, realizado nos dias 12, 13 e 14 de janeiro, em Canarana-MT. O evento recebeu mais de 14 mil visitantes, entre agricultores, expositores e público em geral.

O estande da Aprosoja-MT, durante os 3 dias de evento recebeu produtores rurais associados e visitantes de diversos municípios da região Leste. Na oportunidade, foram apresentadas as ações e projetos que a entidade desenvolve nas áreas de Sustentabilidade, Defesa Agrícola e Política Agrícola e Logística, além da criação do Centro Tecnológico Araguaia (Ctecno Araguaia), com mais de 100 cultivares, atualização cadastral, novas associações e retirada de brindes.

De acordo com Diego Sichoski, um dos organizadores do Dinetec, está é a 8ª edição da maior feira de negócios do Araguaia. “Aqui reunimos a diversidade de culturas do Brasil, máquinas, implementos, tecnologias, instrumentos, produtos, e mais uma infinidade de coisas, além de que esse ano tivemos recorde no número de expositores”.

Leia Também:  Falta de fertilizante: O que pode resolver o problema?

O produtor rural e delegado da Aprosoja-MT, Mateus Goldoni, disse que esse é um evento de renome para a região Leste e traz muitas novidades no mercado do agro. Também salientou que, entidade fomentou junto aos seus associados a importância da Campanha alimente uma Vida. “Continuamos com esta campanha, pedimos aos produtores que ainda não fizeram sua doação, que é só acessar o site www.alimenteumavida.com.br.

Para o presidente do Sindicato Rural de Canarana, Alex Wisch, este ano o Dinetec superou as expectativas. “Tivemos um record de público e também de negociação com mais de 1 bilhão de reais. Conforme a região vai crescendo, cresce também seu potencial para expandir os negócios voltados para agronegócio, oferecendo novas tecnologias e abrindo horizontes aos nossos produtores rurais”, declarou Wisch.

“Canarana desponta nessa questão em ter uma vitrine tecnológica. Eventos como esses precisam ser valorizados, pois mostram o nosso setor, e a necessidade de ser mais valorizado, pois mesmo diante de uma crise sanitária não parou e segurou o país em meio tantas dificuldades. Aprosoja-MT é parceira para todo projeto que enalteça o produtor rural”, pontuou Cadore.

Leia Também:  Goiano investe em nova variedade para a compra e venda de pequi; Porca de 250 quilos vive dentro de casa

Dinetec – Realizado pela primeira vez em 2015, o Dia de Negócios e Tecnologias surgiu com o intuito de reunir em um só local, o maior número de empresas voltadas ao ramo agrícola e assim promover o fortalecimento da classe produtora, proporcionar o contato entre as empresas e clientes, prospectar e findar negócios, para o aquecimento da economia de Canarana e toda a região, em uma área de mais de 100 mil metros quadrados, movimentando milhões de reais em negócios. O evento é uma iniciativa da empresa Meta Consultoria Agrícola, com apoio do Sindicato Rural de Canarana e da Prefeitura de Canarana – MT.

 

Fonte: APROSOJA
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA