Dólar Comercial
CUIABÁ
  ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FOLHAJUS

Bolsonaro reconduz advogado para segundo biênio como juiz do TRE

Publicados

FOLHAJUS

O advogado Jackson Francisco Coleta Coutinho foi reconduzido ao cargo de juiz titular do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT). O decreto que reconduz o jurista à função foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) e publicado na edição do Diário Oficial da União que circulou nesta quinta-feira, 19 de maio.

Mesmo jovem, Jackson Coutinho vai para seu segundo período como juiz do TRE. Ele ocupa o cargo desde 2019, após ser selecionado na lista tríplice definida pelos desembargadores que compõem o Pleno do Poder Judiciário de Mato Grosso.

 

Também estavam na lista os advogados Samuel Franco Dalia Neto e Marden Elvis Fernandes Tortorelli.

Decreto Jackson Coutinho

 

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Republicanos buscam filiação de Bolsonaro ao partido
Propaganda

FOLHAJUS

Justiça concede isenção do imposto de renda a José Riva

Publicados

em

O juiz da 4ª Vara Especializada de Fazenda Pública de Cuiabá, magistrado Gerardo Humberto Alves da Silva Júnior, acolheu a manifestação de José Riva e concedeu a isenção do imposto de renda sobre a aposentadoria do ex-deputado.

A decisão foi divulgada no Diário de Justiça desta quinta-feira (30) e aponta também que os valores que foram cobrados via imposto de renda desde 2015 deverão ser devolvidos ao ex-parlamentar.

Conforme divulgado pela reportagem, Riva entrou na Justiça para que a cobrança fosse suspensa pelo fato de ter tido neoplasia maligna, que é um tipo de câncer de tireóide. A justificativa dada foi a de que a doença se enquadrava no rol que garantia a isenção do imposto.

Laudo médico emitido em maio deste ano chegou a apontar que Riva não teria mais a doença. Contudo, o ex-deputado contestou o resultado sob a justificativa de que sua condição não tem cura e que realiza consultas com o oncologista até os dias de hoje.

Ao avaliar o pedido, o juiz acatou a argumentação de Riva e concedeu o desconto da cobrança. Além disso, o magistrado também determinou que seja devolvido o dinheiro descontado desde o ano de 2015.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Auxílio emergencial: veja quem pode sacar o benefício social nesta sexta-feira
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA