Dólar Comercial
CUIABÁ
  ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PET - MUNDO ANIMAL

Jumento pensa que é um cachorro, caminha como dono e usa fraldas; veja fotos

Publicados

PET - MUNDO ANIMAL

Um jumento de 3 meses chamad Kye passou a desenvolver comportamentos caninos depois de ser resgatado por um casal, no Reino Unido. O pequeno animal foi resgatado após sofrer rejeições violentas de sua mãe, o que fez com que John Nuttal, 64, e Gražina Pervenis, 40, o levassem para casa, onde vivem diversos cachorros.

John é dono de um estábulo em que é possível passear em cima de burros e jumentos em Lincolnshire, na Inglaterra. “No ano anterior, a mãe tinha dado a luz a um potro que não aceitou e acabou morrendo. Pensamos que tinha algo de errado com a saúde do filhote e tentamos de novo, mas ela rejeito também”, ele conta ao New York Post. O segundo jumento ao qual ele se referia era Kye.

“Tivemos sorte em ver a mãe o atacando. Eu consegui tirá-lo do ambiente”, completa. Desde então, Kye vive na casa do casal e recebe cuidados para se manter saudável. Ele passou a tomar algumas vitaminas e a conviver com os cães de John e Gražina.

Leia Também:  Confira seis dos principais cuidados com os pets durante o verão

Dono de 70 outros animais, John conta que não tinha mais nada que pudesse a fazer para protegê-lo. Kye não poderia ficar com os outros devido ao seu tamanho. “O mantive em casa e ele começou a ir para o jardim com os cães. Por isso, ele cresceu com os cachorros”, explica.

Não demorou até que Kye começasse a desenvolver alguns comportamentos semelhantes aos dos cães. Por exemplo: quando John assoviava para os outros cães, Kye respondia e vinha correndo também. “Se eu estou entrando na minha van, ele começa a vir atrás e persegui-la. Ele até começou a brincar com a bolinha e tudo mais. Agora ele me segue para fazermos caminhadas na rua, como um cão”, diz.

 

Kye passou a brincar com a bolinha e fazer caminhadas com John. Foto: John Nuttall/SWNS
Kye deitado no sofá usando fraldas. Foto: John Nuttall/SWNS
Casal ofereceu suplementos e vitaminas para manter a saúde de Kye. Foto: John Nuttall/SWNS
John e Gražina são donos de um estábulo em que é possível passear montado em burros e jumentos. Foto: John Nuttall/SWNS

Para evitar que o animal defecasse pela casa toda, o casal decidiu colocar uma fralda em Kye, o que acrescentou ainda mais personalidade canina a ele. “Kye é certamente uma figura”, diz.

Apesar de mantê-lo na casa, John sabe que o melhor para Kye é que o jumento fique com animais da mesma espécie. No entanto, a medida é temporária para que ele fique protegido e saudável. “Minha preocupação principal é mantê-lo vivo”.

Leia Também:  Estilista cria roupas de festa junina especialmente para cães e gato
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PET - MUNDO ANIMAL

Cães podem, e devem, comer legumes; mas não todos

Publicados

em

Brócolis é um dos legumes que cães podem comer

Ainda que muita gente hesite, é possível dar legumes para os cães. Inclusive, uma boa alternativa é substituir os tradicionais petiscos pelos legumes. Embora as proteínas de origem animal sejam fundamentais para a nutrição do pet, basta passar um tempo com os cães para perceber que eles se interessam por diversos outros alimentos, como os vegetais.

Muitas rações, inclusive, são desenvolvidas balaceando grãos e carnes ou vegetais, por exemplo. O cachorro pode comer legumes sem nenhum problema ou restrição. Todavia, há alguns que são vetados por conter toxinas para a espécie. É o caso do alho, da batata inglesa e da cebola.

É possível substituir petiscos normalmente mais gordurosos e ricos em calorias, como bifinhos e biscoitinhos para cachorros, por opções altamente palatáveis para os cães, como cenoura, abobrinha e pepino. Frutas como banana e melancia também são boas pedidas, especialmente no calor.

Os veterinários recomendam, inclusive, servir os legumes com casca, sempre que possível; já que elas são ricas em fibras.

Leia Também:  Covid é comum em cachorros e gatos domésticos
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA